NABLA FREEDOMINATION - review e swatches

domingo, 20 de agosto de 2017

A Nabla Cosmetics tem sido uma das minhas marcas de maquilhagem favoritas nos últimos tempos. Junta sempre o útil ao esteticamente apelativo (ou como diriam, o útil ao agradável) tal como eu gosto! É uma marca que tem origem europeia, para contrariar a ideia de que só na América e na Ásia se faz boa maquilhagem.  Eu já tinha lido no blog da Rita Let's Talk About Beauty algumas reviews acerca das sombras da Nabla. O feedback era sempre muito positivo e fiquei cada vez mais curiosa.

Felizmente tive a feliz oportunidade de conversar com a equipa que me
trouxe as suas mais recentes novidades: a linha de Verão Nabla Freedomination.




Numa embalagem cheia de azul, lilás e dourado vieram 4 batons da coleção Divine Crime.
Posso adiantar que as cores diferem um pouco, algumas são mais pigmentadas que outras com uma aplicação mais uniforme, outras parecem-me mais difíceis de conseguir um acabamento vibrante. Independentemente disso, todas têm uma aplicação suave e cremosa como se quer em qualquer batom que se preze!
No pacote vieram incluídos dois eyeliners. Não estava à espera das cores Crystal e Purity. O primeiro é um azul aqua brilhante com um acabamento metalizado, enquanto que o segundo é um tom branco com reflexos amarelos e dourados.





Acima estão os swatches dos batons Divine Crime, da esquerda para a direita: Perfect Day, Bohéme, Reverse e Goa. Fiquei muito entusiasmada com as cores porque conjugam com o tom da minha pele e também porque reparei que não eram samples. Apesar da embalagem de cada batom ser pequena - pouco mais do tamanho do meu dedo mindinho - a bala é de tamanho normal. Ou seja, ao contrário das marcas famosas que estão constantemente a vender-nos o tamanho da embalagem em vez da quantidade do produto - e tenham isso em atenção especialmente com maquilhagem, espreitem sempre a quantidade de produto em gramas no verso da embalagem, vão ver como andam a ser enganados - a Nabla deixou-me de boca aberta ao conseguir ter um batom de tamanho normal numa embalagem pequena e cómoda. Aleluia, alguém que diga não ao desperdício!



Em relação aos eyeliners, são lindos na embalagem e são lindos quando aplicados. Há um senão: são muito líquidos e eu sou fã de eyeliners opacos. Como podem ver nos swatches do Purity (por cima) e do Crystal (por baixo), eles são um pouco transparentes. Aconselho usarem-nos por cima de sombras, por exemplo, para iluminar o centro da pálpebra ou os cantos internos dos olhos.
Se os quiserem usar para um cat eye, terão de ter mais paciência e desenhar algumas camadas até conseguirem um bom resultado.



Estes 3 produtinhos são daqueles casos que não dá para lhes atribuir apenas uma utilidade. Os dois das pontas estão etiquetados com "shade and glow" e o do meio como "blossom blush" mas continuo a achar que todos funcionam bem como sombras. No meu caso o da esquerda até serve de bronzeador de Verão, para dar um ar torradinho ao nariz e juntar umas sardas falsas. Da esquerda para a direita, temos o Monoi, o Habana seguido do o Obcexed (e não, não me enganei no nome). Em baixo podem ver os swatches.





Quem me segue no instagram já conhece bem a gama de batons mate da Nabla. Desta vez enviaram-me dois novos tons: o Antimatter que vem num bronze dourado metálico e o Fetish Mauve que é um castanho neutro com sub tons quentes. Eles demoram um pouco a secar e saem com mais facilidade que os eyeliners. No entanto há um ponto que eu adoro nesta coleção: todos eles têm um cheirinho doce, tipo baunilha, que dá vontade de trincar!



A Nabla enviou-me também algumas sombras mas ainda não tive oportunidade de as testar e formar uma opinião sobre elas. Assim que tiver novidades, já sabem que partilho convosco. Até lá!



Sem comentários

Enviar um comentário

Vídeos

ACOMPANHA-ME NO YOUTUBE