terça-feira, 13 de fevereiro de 2018
Comer no TOPO com Lisboa

Comer no TOPO com Lisboa



Ultimamente tenho dado por mim como turista na minha própria cidade. Ando a fazer muitas descobertas e parece que em cada rua á uma nova esquina.
Descobri uma que vale a pena: mesmo ao descer das escadas do Largo do Carmo, sob uma vista panorâmica dos telhados lisboetas, fica o restaurante TOPO.



Feito o convite, fui num dia ventoso experimentar o brunch no TOPO com a minha colega Daniela Schwanke do See You Mag.

É óbvio que o a primeira impressão que temos é o vento, se for o caso de um dia como aquele que apanhámos. Mas fomos rapidamente socorridas de mantas, porque o restaurante já as fornece sabendo como isso facilita a nossa estadia na esplanada.
Servido o menú do brunch, escolhi um sumo natural, chá quente, croissant brioche, panquecas, brucheta de salmão braseado com sumo de lima, ovo benedict, iogurte natural com granola, taça de frutas e, por fim, um brownie de chocolate.




Aconselho-vos as bebidas quentes para o Inverno, porque com a manta e a vista, até ajuda a aquecer a alma. Provei os ovos molhados que a Daniela escolheu mas preferi mais do meu ovo benedict. Foi especialmente bem servido em cima de duas fatias de pão, abacate, e duas tiras de bacon por cima. Ao cortar o pão, o ovo desfez-se exactamente como se quer - digno de um closeup, com a gema amarela a escorrer sobre as fatias de pão.





A brucheta de salmão braseado não ficou muito atrás. É um pouco mais leve, mas rica em sabor.
O brownie de chocolate foi guardado para o fim, fizemos dele a sobremesa - é possível termos sobremesa num brunch? Se sim, o brownie é a escolha ideal. Ele vem na forma de um cubo espesso, e bem doce. Por cima, um molho de caramelo salgado para equilibrar os sabores na boca. Se não são fãs de brownies, têm sempre panquecas. Elas são servidas em pequenas porções e acompanhadas de mel, manteiga ou doce, ao vosso dispor em cima do tabuleiro.




O brunch custa 17€ e vem com várias opções, para mim, servidas em óptimas quantidades. Se forem como eu, até dá para dividirem tudo por dois e a experiência sai-vos pela metade. Fica a dica.





















sábado, 27 de janeiro de 2018
melhores blogs portugueses

melhores blogs portugueses




Há algum tempo que sigo os prémios dos Blogs do Ano e recorrentemente sinto que temos bons blogs deixados de fora. Se por um lado os prémios valorizam o trabalho dos youtubers, como foi o caso da Sofiabbeuty que recebeu o seu primeiro prémio após 10 anos a criar vídeos para o youtube (começou literalmente em bebé, pois agora esta menina já está a entrar para a faculdade!), sinto que quando falamos de blogs premiados, falamos de celebridades que escrevem blogs.
Atenção, nada contra figuras públicas que escrevem blogs!
Mas...e todos os autores que já cá andam há 10 anos a criar conteúdo? Ou mesmo quem tenha criado blog recentemente, sem ajuda de nenhuma agência e equipa criativa? Não deveriam essas pessoas receber prémios também? Não é por não aparecerem na televisão que elas não têm influência nem tão pouco isso reflete o seu bom trabalho na blogosfera.

Para recusar esta tendência, venho partilhar convosco os meus melhores blogs portugueses de moda, beleza e viagens.


O blog Touche By Cat é para mim, o blog mais editorial que conheço. A edição das imagens parecem parecem páginas da Vogue. Ela fala de moda, beleza e viagens, sempre com um registo editorial muito próprio. Pode não ser muito conhecida, mas a Catarina veio para ficar! Também a sigo no instagram, não é muito de insta stories mas garanto-vos que as fotografias dela são todas on point. Por vezes pergunto-me se ela não terá sido manequim numa vida passada?


O blog L-ACE é daqueles blogs que têm de seguir se gostam de moda e viagens. A Inês Costa encontra-se neste momento na Austrália, o que é mais uma desculpa para espreitarem o seu instagram que está cheio de imagens lindas, de praia e calor, que vão aquecer-vos um bocadinho o coração neste Inverno.


A Carlota tem um blog que nasceu há alguns meses mas merece a nossa atenção. Vegan friendly, virado para viagens, gastronomia e moda. Sinto que o blog tem um lado muito documental, que segue a sua autora para onde quer que vá de uma forma mais crua, menos editorial, simples e divertida. 


Se gostam de blogs de moda, espreitem o blog da Catarina Pinto. Ela tem imenso OOTDs para partilhar convosco! Apesar de eu ter um estilo muito diferente do dela, vejo uma qualidade enorme no seu conteúdo. Chique não é comigo, mas é com a Catarina! E em tudo o que ela faz, nota-se o cuidado que tem na apresentação. Com imagens fortes e saturadas, muitas vezes a contrastar com branco, vão poder seguir este registo também pelo instagram.


A Mafalda Nunes é mesmo o meu jam. Falamos a mesma língua e percebemos ambas a importância de um par de ténis edição limitada em época de saldos. O blog é um mix de inspirações, produtos de beleza, moda não tão mainstream, decoração minimalista e pedaços da vida. Além de uma pessoa maravilhosa que tenho o prazer de conhecer, a Mafalda é uma blogger que sabe manter-se fiel ao seu tom e aos seus valores. E hoje em dia, isso é algo que se deve prezar num blogger!



A Mariana Gemelgo tem um blog que defino como vintage, edgy e chique. O gosto pessoal dela passa por botas de vinil brancas que causam controvérsia nos seus insta stories mas que sem dúvida me convenceram a ceder à moda dos anos 80. Nota-se que há várias influências que ela escolhe quando opta por roupa tão diversa para criar os seus outfits. E eu como boa ecléctica que sou, claro que adoro! Apesar do blog ter um um registo mais formal, podem ver pelo seu canal de youtube que é uma pessoa muito humilde, terra a terra, e divertida.

Este blog é para quem tem alma de artista. A Carolina Flores fala de tudo o que tem um lado criativo: decoração, arte, moda, design, fotografia, e mesmo beleza. Eu diria que é o blog mais alternativo que sigo, que me mantém mais próxima das artes, de onde venho - para quem não sabe, os meus estudos sempre foram muito dentro desta área, tirei um curso de desenho ao mesmo tempo que desistia de arquitectura e entrava em Multimédia. Por isso, ás almas criativas que seguem o meu blog, digo-vos para seguirem o Last Minute Dream. Uma boa dose de inspiração ao dia, nem sabem o bem que vos fazia!

Se vamos falar do blog Malmequer e da Mafalda Beirão, temos de falar na gata Glória. Sou seguidora assídua dos insta stories da Mafalda, em parte porque a sua gata é a bichana mais energética de sempre, por isso não me canço de assistir ás suas acrobacias. Mas agora falemos do blog, um cantinho cheio de pinta, classy af, com fotografias lindas de morrer e um design super clean. Moda, viagens, gastronomia, beleza, podem encontrar de tudo um pouco no Malmequer.


Porque não sigo só bloggers no feminino, deixo-vos o meu blogger masculino de eleição: o Miguel Gouveia. No Pieces of Me vão encontrar não só OOTDs como bons artigos sobre produtos de beleza. Aproveitem para o seguir no instagram, pois tenho a certeza que vão gostar tanto do seu feed como eu.



Em Portugal é difícil encontrar bons blogs dedicados a beleza e review de produtos mas não desanimem; o Lets Talk About Beauty está aqui para quebrar o padrão. A Ana Rita faz um trabalho excepcional tanto em fotografia (vejam lá a imagem acima) como na explicação dos produtos. Ela é muito detalhada na descrição das características de cada um, incluindo sempre impressões pessoais e swatches para vermos a pigmentação da maquilhagem ou a textura de um creme. O Let's Talk About Beauty não só fala de maquilhagem e produtos de beleza como também tem muita informação sobre unhas de gel e como as fazer em casa de forma segura. É um blog com selo de confiança, já o sigo há muitos anos e nunca me deixou ficar mal.

Espero que tenham gostado das sugestões! E claro que, pela altura em que estiverem a ler este post, já outros blogs surgiram, por isso, aproveitem para partilhar nos comentários os vossos eleitos.






segunda-feira, 22 de janeiro de 2018
Olá cabelo ruivo!

Olá cabelo ruivo!



Aquela palavra de um anúncio parvo: mudasti.
Foi isso que pensei quando me vi ao espelho com o meu novo look, com um enorme sorriso e feliz por notar essa óbvia mudança.
Já estava cansada, admito.
Estes últimos dois anos vivi com cores que eram mais chamativas que a minha personalidade - sempre fui um bocado low profile, sabem?
Isso ajudou-me em várias alturas e prejudicou-me noutras. Acreditem ou não, mas quando têm uma cor de cabelo tão viva como era a minha, é difícil para as pessoas não saltarem em conclusões precipitadas. Desde assumirem a minha orientação sexual, a deduzir que serei má influência, ou apenas alguém que precisa chamar a atenção. Nem tudo foi mau, porque em entrevistas de emprego sempre se lembraram de mim como a miúda de cabelo rosa e isso acabou por defender o meu lado criativo. Na minha área de trabalho, isso é algo óptimo!
Por outro lado, acabei por me sentir agarrada a esse visual, principalmente por culpa do meu instagram que tem vindo a crescer bastante e atraiu uma audiência jovem até mim. Penso que o cabelo rosa teve um papel grande nesse aspecto. Por mais grata que esteja por cada pessoa que decide seguir-me, dei por mim a perguntar-me se o factor decisivo seria a cor do meu cabelo.
Eu não sou uma pessoa apegada, principalmente em relação á minha aparência mas dei por mim com receio de desapontar quem adorava o meu cabelo rosa, como se ele revelasse algum tipo de coragem (que não tenho, muito honestamente, não me custa nada mudar e cortar cabelo) ou maneira de ser. Chegou ao ponto de eu sentir que a cor do meu cabelo já fazia parte do meu branding pessoal, e isso não era algo que eu quisesse de todo.


A minha cor favorita sempre foi ruivo. Quando pintei o cabelo pela primeira vez foi de vermelho escuro porque tinha receio que o ruivo me ficasse mal. Finalmente tenho ruivo, cobre, mas ruivo.
E é uma cor que faz todo o sentido para a minha vida nesta fase: não preciso de muitos cuidados em relação á cor e tenho a ajuda do Robertinho Visagista para manter o brilho e o corte.
Se ainda não viram, a minha mudança de visual está no youtube. É só clicarem no play!




O Robertinho é conhecido por fazer grandes makeovers aos youtubers. Trabalha muito com cores, por isso, foi canja tornar-me ruiva. Mas há um twist: ele nem sequer descolorou o meu cabelo! Também não estavam á espera que fosse possível, não é? Mas o Robertinho faz magia, convido-vos a visitarem o seu instagram, porque muita dela ele partilha por lá. Ou se preferirem, passem no seu canal de youtube, e assim vêem o seu trabalho ao pormenor. E já sabem, se precisarem de fazer uma mudança, liguem para o cabeleireiro e digam que vão da minha parte ;) O Robertinho trata do resto.
Mais informações, como o local e contacto do cabeleireiro, espreitem aqui.



Vídeos

ACOMPANHA-ME NO YOUTUBE